June 29, 2022
Agile – Porque as grandes empresas utilizam esta metodologia?
Spread the love

Criada no início dos anos 2000, depois de um manifesto elaborado por um conjunto de 17 programadores americanos, a metodologia Agile procura tornar “ágeis” os processos relacionados com a gestão de projectos (project management), permitindo que as equipas respondam de uma forma mais rápida, eficaz e flexível aos desafios propostos pelos clientes (ou pelos consumidores). Trata-se de uma abordagem iterativa de gestão que ajuda a potenciar esse trabalho de forma “ágil”, daí o nome, chegando mais rapidamente a resultados que se esperam ser bem sucedidos no mercado.

O sucesso da metodologia Agile

A metodologia Agile responde a quatro princípios e estes permitem compreender por que as grandes empresas mundiais utilizam esta forma de trabalho. Primeiro: mais importante do que os processos e as ferramentas são os indivíduos e a interacção. Segundo, é importante que o trabalho desenvolvido dê resultado e isso é mais relevante do que a documentação criada para o efeito, embora essa traga valor ao projecto.

Terceiro, a colaboração do cliente é mais importante do que a negociação dos contratos, ou seja, as equipas devem trabalhar em conjunto com o cliente, uma vez que têm o mesmo objectivo: que o projecto desenvolvido funcione. E, por fim, o quarto ponto desta metodologia é o desafio de responder rapidamente às mudanças, mais do que seguir escrupulosamente um plano, ou seja, as equipas devem aprender com as informações e reacções que recebem, de modo a poder adaptar o plano em qualquer altura, para conseguir responder rapidamente ao mercado.

Artigo relacionado: No que consiste a metodologia Agile?

A importância do Agile Project Management para a satisfação do cliente

Para quem usa a metodologia Agile na gestão de projecto ou project management, a sua importortânica é óbvia: satisfação do cliente através da gestão, desenvolvimento e aplicação prática, aceitando as mudanças, mesmo que já se esteja no final do projecto e adaptando-se. Os processos ágeis adequam-se às alterações, de modo a que o produto possa ser mais competitivo. Por isso, estes são projectos que podem ter semanas ou meses, poucos, nunca anos, porque quanto mais prolongado, mais mudanças pode sofrer.

Uma equipa que trabalha segundo o Agile Project Management deve manter um diálogo activo e permanente com o cliente, contribuindo também para a motivação e envolvimento de todos, já que, deste modo, a comunicação fluirá mais facilmente. No desenvolvimento e gestão destes projectos, o maior desafio é a sustentabilidade, ou seja, que a equipa de desenvolvimento e o cliente sejam capazes de manter este ritmo indefinidamente, sem descurar a excelência em todos os parâmetros (por exemplo, do design do protótipo ao produto final, sem descurar os processos para lá chegar). Por fim, é essencial reflectir sobre o trabalho feito, analisando os pontos negativos e positivos, de maneira a ajustar comportamentos, tornando o trabalho futuro mais eficiente.

Quais são as grandes empresas que usam a metodologia Agile?

Empresas como Amazon, Apple, Google, Microsoft e IBM ou Spotify e Netflix usam os princípios Agile na gestão de projectos – o Agile Project Management – e é isso que as faz destacar entre os milhões de empresas existentes no mundo. Aliás, seguindo o seu rasto, são cada vez mais as companhias que adoptam o Agile Project Management. Afinal, como escreve a revista Forbes, é verdade que todas as empresas de sucesso estão focadas no cliente. Contudo, os princípios Agile exigem mais do que isso, pois significa “fazer o que for necessário para agregar valor ao cliente”, ou seja, estar disposto a mudar os processos, sistemas, metodologias e práticas existentes. No mundo dos princípios Agile, “o foco no cliente não é apenas um slogan, é uma obsessão contínua e consistente em toda a organização”; aponta a Forbes.

Artigo relacionado: Qual a importância da Blockchain e Crypto na economia global?

Nestas empresas, as equipas estão focadas no cliente e como o trabalho é feito de forma iterativa com interacção contínua, as organizações podem actualizar constantemente o que fazem, às vezes, quase em tempo real, o que é um ganho em termos de produtividade. Quando a metodologia é bem aplicada – do executivo ao project manager –, todos contribuem para gerar valor quer para o cliente quer para o consumidor final porque se trabalha de uma forma mais inteligente, focado no desempenho e conseguindo fazer mais em menos tempo, gerando valor.

Actualmente, existe uma minoria de empresas que não aplicam esta prática no desenvolvimento dos seus projectos – o Agile Project Management pode ser usado não só nas marcas digitais e tecnológicas, mas também nas empresas mais tradicionais.

Formação em Agile na NOVA FCT

A Pós-Graduação em Agile Project Management da Nova School of Science & Technology sublinha como esta abordagem revolucionou a gestão de projetos de tecnologia de informação e como a taxa de sucesso no desenvolvimento de software aumentou consideravelmente, melhorando, por um lado, a qualidade e a rapidez de resposta ao mercado e, por outro, a motivação e a produtividade das equipas que aplicam esta metodologia.

A pós-graduação em Agile Project Management, desenvolvida numa parceria com a Scopphu, uma consultora especializada em formação, mentoria, consultoria e agile people, tem como objectivo a partilha de conhecimentos das diversas práticas e ferramentas do Agile. Esta formação destina-se a um público abrangente: executivos, gestores de projecto, analistas de negócios, administradores de bases de dados, arquitectos de soluções e arquitectos empresariais, assim como project managers e team leaders.

Ana Rodrigo Gonçalves
Head of Innovation for Corporate Development


Spread the love

© 2022 NOVA SCHOOL OF SCIENCE & TECHNOLOGY – Legal & Privacy